Marcas De Roupas Famosas: Como Importar Para Revender?

QUAIS OS PRODUTOS QUE MAIS VENDEM?

O mercado de ecommerce vem se consolidando no Brasil e nos próximos anos tornará-se uma tendência, uma profissão requisitada e claro, o ganha pão de muita gente que opta pelo trabalho em casa, atrás de um computador. A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – ABComm – estima que, para o ano de 2018, o faturamento chegue a R$69 bilhões, com mais de 220 milhões de volumes pedidos. Números impressionantes, não acha!?

Aprenda aqui como importar roupas e outros produtos, passo a passo, de forma Profissional. Só clicar.

Dentro deste mercado ascendente, muitas categorias de produtos se destacam como as mais quentes, as que mais vendem e as mais requisitadas.

Como importar roupas para revender
Como importar roupas para revender

 

A Figura acima destaca quais são as categorias de produtos mais vendidas na internet, seja por meio de sites pessoais, plataformas especializadas em vendas entre outras formas.

Destaca-se a liderança de “moda e acessórios”, itens básicos que, não importa a época do ano, estarão sempre na liderança. Por este fato, vamos focar nossa atenção em como revender roupas através das importações de peças mais baratas, aumentando o lucro do seu negócio.

 

COMO IMPORTAR PEÇAS DE ROUPAS?

A palavra importar remete a situações de complicações nas quais você terá dor de cabeça com o(s) produto(s) comprados. Certo? Errado! Com o advento da globalização e uma de suas bases, a internet, ficou fácil, mas muito mais fácil, importar produtos de quaisquer país. Bom, não quaisqueres!

Os dois principais países que mais importam peças de roupas são: (isso mesmo, você pensou naqueles dois gigantes): China e Estados Unidos. Portanto, vamos entender mais a fundo como podemos importar peças de roupas destes dois centros globais para revender no nosso país tupiniquim.

 

logistic 2636250 1920 1 2 1024x869 - Marcas De Roupas Famosas: Como Importar Para Revender?

 

COMO IMPORTAR PEÇAS DE ROUPA DOS ESTADOS UNIDOS?

Nosso Presente Para você!

Vou enviar para o seu E-mail Nosso Guia Para que você crie Sua Primeira Estrutura Digital.>

Tudo o que for falado aqui parecerá complicado mas, com muita paciência e atenção, você conseguirá importar as melhores peças de roupas com os melhores preço das maiores grifes norte-americanos. Portanto, vamos a receitinha de bolo:

Camuflando Seu IP

Antes de tudo, as lojas as quais você terá acesso NÃO podem identificar que você é do Brasil e, não pela crise política, mas porque muitas destas não vendem diretamente para consumidores brasileiros.

E como resolver isto? Através de um mascarador de IP que nada mais é do que uma extensão do seu navegador que bloqueia o seu IP e assim, as lojas não sabem de onde você está acessando. Os dois mais famosos mascaradores de IP são ZenMate e Holla, sendo que estes podem ser instalados:

  1. acessando “configurações” em seu navegador;
  2. clicando em “extensões”;
  3. clicando em “obter mais extensões”;
  4. no Google Store, procurar um destes dois mascaradores

Pronto! Seu IP estará bloqueado e, a partir deste momento, você poderá comprar os melhores produtos com o menor preço.

Iniciando as Compras – Dicas e Cuidados

Tenha um cartão de crédito internacional! Caso você já tenha um cartão ao qual você utiliza no Brasil, confira com o seu banco se há a opção de adquirir um Internacional. Mas fique calmo: caso você não tenha um cartão de crédito, empresas como Visa e Mastercad têm opções de cartões pré-pagos os quais não possuem nenhum custo de aquisição. Basta solicitá-lo, adicionar créditos e desfrutar de suas compras internacionais

Depois dos dois primeiros passos, está na hora de comprar! Lojas como Abercrombie, Hollister, Gap, US Polo entre outras são as mais famosas e requisitados no nosso mercado Nacional. Basta acessar o site destas e boas compras!

Agora vem o ponto mais importante. Como dito antes, as grandes empresas de roupas e acessórios não importam diretamente para o Brasil. Devido a este fato, é necessário que você tenha um endereço nos Estados Unidos para receber estes produtos e assim, importá-los para o Brasil. Mas calma aí … eu não moro nos Estados Unidos. Como farei isto? É muito simples! Você terá que criar um endereço no país do Tio Sam para receber os produtos comprados através de um redirecionador de encomendas. A plataforma mais famosa e confiável para este processo é a Shipito. Basta acessá-la e seguir os passos definidos no site.

Feito tudo isso, basta esperar o(s) produto(s) chegar(em) na sua casa no Brasil. É importante salientar que, se o frete é muito barato, o(s) produto(s) demorará(ão) para chegar em sua residência e menos chance de ser taxado pela Receita Federal; se o valor do frete é alto, o inverso acontece. Essa taxação da Receita refere-se ao valor importado. Compras acima de $100 estão sujeitas a uma taxa de 60% sobre o valor total, sendo que abaixo de $100 não há taxas que se apliquem.

Recomendo conhecer este treinamento completo e detalhado que ensina as técnicas para importar de ROUPAS a ACESSÓRIOS, de forma barata, legal e profissional. Clica aqui.

COMO IMPORTAR PEÇAS DE ROUPA DA CHINA?

A China é um mercado gigantesco, com uma produção industrial que bate recordes ano após ano. Mas será que este é o único diferencial de importar desse gigante asiático?

As indústrias das maiores empresas de peças de roupas e acessórios estão localizadas na China devido aos baixos custos com mão de obra e incentivos fiscais do governo local, sendo uma ponte mais barata quando o assunto é importação.

Mas como podemos comprar da China estando aqui no Brasil? Não deixe de acompanhar o próximo capítulo. Brincadeira (rs). Veremos agora, sem espera.

Sites – Dicas

Diferente dos Estados Unidos, não há diferenças de preços dos produtos só porque você está comprando diretamente do Brasil, por exemplo.

Neste caso, com o objetivo de evitarmos a compra de produtos falsificados, devemos buscar os melhores fornecedores. Sites como AliBaba, AliExpress, SammyDress, Romwe, DH Gate e Light in the Box funcionam como o mercado livre funciona para nós, possibilitando ver o histórico do vendedor e assim, selecionar aquele que tem o melhor produto pelo melhor preço;

Um detalhe muito importante: atente-se aos tamanhos das diferentes peças de roupas pois estas são diferentes entre os dois países.

A tabela abaixo mostra como realizar esta conversão

Conversão de Tamanhos

S (small) infanto-juvenil
M (medium) PP (pequeno)
L (large) P (pequeno)
XL (extra large) M (médio)
XXL (extra extra large) G (grande)

Atente-se aos valores!

O site da Receita Federal (http://www4.receita.fazenda.gov.br/simulador/), através de seu simulador, confere os tributos que deverão ser pagos por meio do NCM do produto.

Junto a isso, confira se sua empresa – CNPJ – ou você próprio pelo CPF necessitarão de uma licença de importação. O site do SISCOMEX (http://www.portalsiscomex.gov.br/) informa se você precisa ou não obter uma licença para importar determinado produto

 

FINALIZANDO

Importar peças de roupas e acessórios de diferentes países parece complicado, custoso – não só financeiramente, mas de tempo – e, em até alguns casos, parece que estamos fora da lei.

Quebre todos estes paradigmas e veja que a internet veio para democratizar os meios de comunicação e compras, não importa onde você esteja.

Revender produtos comprados do exterior pode gerar mais receita para você ou sua empresa, pode converter mais clientes devido a qualidade dos produtos e claro, faz com que todo esse mercado de ecommerce cresça cada vez mais.

Antes de acabar, te convido a assistir este Vídeo Gratuito que vai te mostrar como Importar dos MELHORES e mais BARATOS fornecedores, passo a passo AQUI.

Espero que este artigo tenha te ajudado.
Comenta aí. Compartilha…

Forte abraço.

Eu,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *